11 de abril de 2008

Now France

Apparently it seems that France is going to pass legislation to fight the promotion of anorexia. Like Spain, the French government is aware that something must be done to stop the growing wave of anorexia, dangerously taking the shape of a modern epidemic.

I think that is all very fine, but... It irritates me that people only see anorexia as a result of the emulation of fashion models and skinny celebrities. Anorexia is that, but... not only, but also. While people go on thinking anorexia has got only to do with young women and the promotion of images and body concepts fat-free, anorexia will go on.

The image industry (fashion, movie, music, advertising) should be called to reason and stop deifying the very light, very thin female body. People with public responsibilities should stop indulging in the "Look at me so skin and bones" image. But...

Anorexia, and this I don't hear anybody talking, is the desire for perfection, the zero-toleration of failure, the need to compete and win in a very aggressive world, the effects of very stressful, very demanding lives. Anorexia nervosa can have nothing to do with the imitation of fashion models. When are people going to start a serious debate about this?

25 comentários:

Manuel Rocha disse...

Bem visto...e provavelmente com fortes pontos de contacto com alguns tipos de obesidade...:(

Blondewithaphd disse...

It's all in the mind Manuel!

Manuel Rocha disse...

Hummm....e a IPO ? Está feita ?

Blondewithaphd disse...

E o que é a IPO? É pá, eu mandei fazer um levantamento topográfico (que me custou os olhinhos da cara), será isso a dita da IPO?

Manuel Rocha disse...

Ahahah!
Inspecção Periódica Obrigatória...;))

Blondewithaphd disse...

???!!! Raio de homem!, e o que é que isso tem a ver com anúncios de propriedades? Acaso a dita precisa peças sobresselentes? (ó diabo como é que se escreve este raio de palavra? ó deuses linguísticos valhei-me!!)

joshua disse...

Estou inteiramente com o Manuel Rocha quando luminosamente declara que a anorexia e a obesidade são ( cada caso em todo o caso é um caso!) as duas faces de um mesmo problema quase de civilização ocidental.

E no geral concordo que dans la France se legisle nesta matéria, desde que com mais inteligência e profundidade que a nossa risível questão interna dos piecings.

Beijo Amigo

PALAVROSSAVRVS REX

Blondewithaphd disse...

Josh,
Gostei do "beijo amigo":)
Nem dfales da legislação dos piercings que cheguei a pensar que me iam inspeccionar o umbigo;)

quintarantino disse...

My dear, I wouldn´t say I don't agree with you, BUT ... if you know Honoré de Balzac you'll know that woman should be a little more "full" ... not fat, but skinny?
[é desta que leva um arraial de porrada!]

Tiago R. Cardoso disse...

Esta sociedade não serve, uma sociedade onde o que conta é o aspecto, onde o que conta é o material, uma sociedade que dá importância ao que não tem.

Uma sociedade onde todos lutam por um lugar, onde se pressiona as pessoas a terem certos comportamentos e ideais de beleza.

Uma sociedade que classifica pessoas, que as esmaga e lhes lava o cérebro, atribuindo conceitos e esvaziando aquilo que interessa, ser saudável no corpo e na mente.

Blondewithaphd disse...

Ó Quinn,
Também não te estiques! Tens algo contra as magrinhas, hein? Hmm, mau, mau. Mas anorexia é que não.
(Hoje só não levas porque senão ainda temos história nas páginas nacionais: "Blonde dá cabo do canastro de estrela-pundit" e quem não ficava bem na foto era aqui a moi;)

Blondewithaphd disse...

Tiago,
O pior é quando a mente não anda saudável e depois a sociedade e as suas maluqueiras dão cabo do resto. Lá vêm as anorexias, as bulimias, as crises de auto-estima e os problemas cada vez piores.

António de Almeida disse...

-Sofrer de anorexia porque se busca um corpo perfeito. Correr riscos cardiacos, porque se abusa de esteroides na busca dum resultado desportivo, ou dum corpo musculado. São questões do foro individual, tal como ser obeso porque não se resiste á comida. Desde que exista informação, e a mesma seja disponibilizada, cada um escolhe o que quer, depois sofre as consequências, ou colhe os louros. Mas acima de tudo, a liberdade de escolha não é questionável, regras NÃO!

Blondewithaphd disse...

Pois António... Nem sempre se trata de escolhas pessoais. Tem vezes que a anorexia é uma escolha, muito estúpida, aliás, mas a anorexia nervosa não é uma escolha, não é um estado consciente, não é a busca de um corpo perfeito. Aí está porque subsiste a desinformação no que toca a este problema.

Carol disse...

Concordo com a atitude da França e da Espanha, mas concordo em absoluto contigo e com o que dizes.

Tenho de dizer que estou totalmente em desacordo com o António (começa a tornar-se um hábito!). Ninguém escolhe ser anoréctico, assim como ninguém escolhe ser obeso.
A mente, o estado psicológico, as questões hormonais são determinantes nestas situações.
Eu, por exemplo, tenho problemas de peso devido a um problema de tiroide. Meço 1,60m e já pesei 47kg, apesar de não conseguir parar de comer. Hoje peço 59kg e preciso emagrecer, apesar de não estar gorda ou obesa. Apesar de ter cuidado com alimentação, esta está a ser uma luta difícil.
As coisas nuunca são tão lineares como parecem e nunca devemos ser tão taxativos nas nossas afirmações.

Blondewithaphd disse...

Carol dear,
É mais ou menos isso! Há, de facto problemas que t~em a ver com hormonas, doenças mal ou bem diagnosticadas, etc. Ninguém as escolhe. A anorexia não tem nada a ver com hormonas, é uma doença psicológica (não psicossomática), mas que, como as outras situações que tão bem apontaste, são doenças e estas não são escolhidas por ninguém.

antonio disse...

Bem visto. A solução passa por doses maciças do debate da nação. Eu explico: depois de escutarmos as repostas de Sócrates sobre a sua política energética e os biocombustíveis, chegamos à conclusão que procurar a perfeição ou a "zero-toleration of failure", é uma perfeita inutilidade.

Blondewithaphd disse...

Antonio,
A perfeição é uma utopia, uma inutilidade já não sei bem. Mas, estou nessa de que o que é preciso é debate e não ideiazinhas feitas e pré-concebidas.

alf disse...

a anorexia tornou-se um instrumento de marketing, como o "verde", a fome em áfrica e tantas outras coisas.

A anorexia é fundamentalmente uma anomalia mental, uns neurónios mal conectados, que enviezam a percepção que a pessoa tem de si própria. Já existia antes de haver moda e tb ataca os homens. Conheci um que morreu anorético e nunca esteve preocupado com a linha.

Blonde, de vez em quando passo por aqui porque a tua escrita areja os meus neurónios... sem isso poderiam começar a ficar bafientos...

Blondewithaphd disse...

Ó Alf, meu Deus, comentários desses são sempre benvindos!!!:)

Tens toda a razão, por cada dez anorécticas há um homem com anorexia. E não é só um problema das miúdas novas. Há mulheres com trintas e quarentas que também a têm e sim, a anorexia sempre existiu!

JOY disse...

Olá Blonde

A busca do corpo perfeito que o marketing impôe á sociedade leva por vezes a que se perca a noção dos males que infligimos ao nosso corpo, especialmente quando a desinformação é um facto presente.
Quando a causa é psicológica a situação é bastante mais complicada e dificil de explicar .

Fica bem
Joy

Blondewithaphd disse...

Joy,
É, de facto uma conjuntura explosiva e difícil de explicar: marketing, desejar o corpo perfeito, peer pressure, desinformação e problemas psicológicos. Está-se mesmo a ver onde se vai chegar!

Peter disse...

Bem, como homem, a mulher que mostras na foto não me desperta o menor desejo (talvez seja da idade ...).
Falando sério e abstraindo da "anorexia" de origem nervosa, "the image industry (fashion, movie, music, advertising) should be called to reason and stop deifying the very light, very thin female body."
Mas como se pode lutar contra estes poderosos potentados económicos?

Quanto à obesidade é fruto da "fast-food" e das gomas, sugus e outras porcarias, com que desde cedo as crianças se viciam. Devia ser proibida a sua venda nas escolas, pelo menos. Os pais separados, procurando conquistar os filhos, também contribuem para isso.

Blondewithaphd disse...

Pois é Peter,
Vivemos numa sociedade de tanta abundância que acabamos por ter o melhor e o pior em termos de alimentação. E nos dois pólos opostos cá temos a magreza extrema, doença, e a obesidade, outra doença. E qualquer delas parcialmente incrementadas pelos potentados económicos como lhes referes.

Magiztik disse...

Olá blondie :) estava a procura de uma receita de tzatziki, entrei no seu blog e perdi-me durante horas... será que gostei. :)))
Quanto à anorexia, René Girard ("Anorexie et désir mimétique" ou "Eating disorders and mimetic desire) faz uma leitura sob o ponto de vista da rivalidade mimética, relembra que o culto pela delgadeza começou nos palácios e através de mulheres muito lindas. e.g. rivalidade entre as imperatrizes Sissi e Eugénia de Montijo, duas anoréxicas belíssimas

Abster-se voluntariamente de uma coisa, qualquer que seja, é a melhor maneira de mostrar que se é superior à esta coisa e aos que a cobiçam. Para anoréxicas, é a abstenção de alimento que lhes permitirá afirmar esta superioridade.