1 de outubro de 2008

W.


This I gotta see!
Sai agora em Outubro o novo filme do Oliver Stone. Chama-se simplesmente W. (certamente na pronúncia dubbya!) e é uma biografia cinematográfica do cromo que sairá da Casa Branca no próximo dia 20 de Janeiro. Mal posso esperar!

Acho que nunca houve um Presidente (nem mesmo o Jimmy Carter) que desse tanto lucro à indústria do entretenimento como este W. Entre livros de Bushisms (que eu confesso compro em doses abundantes na Waterstones), biografias, cartoons, "stand up comedy jokes" e etc., o homem é um filão anedótico. Dessa parte risível vou ter saudades que me farto. Os que se avizinham na Casa Branca não têm muito de caricatura ambulante em formato Texan cowboy, não falam com Deus directamente, ou melhor, Deus não fala com eles por linha telefónica divina e, ao menos, sabem ler e, acho, devem desconfiar que na América Latina não se fala Latim. Enfim, não se pode ter tudo.

25 comentários:

Joaninha disse...

Nisto tens toda a razão e depois com aquela cara de passarinho enfezado que ele tem, mal encaixada no corpo que é demasiado grande para a cabeça (literalmente) enfim o homem é anedotico de baixo para cime e de cima para baixo.

Manuel Rocha disse...

O homem até será uma anedota. Mas tratando-se de uma anedota eleita ( duas vezes, salvo erro )não valerá a pena questionarmo-nos que "anedota maior" ele simboliza, em lugar de o elegermos como bode expiatório de uma realidade bem mais complexa ? Tanto "fogo" fulanizado sobre a figura concreta não terá por efeito secundário deixar incólume o sistema que representa ?
Outro exemplo semelhante na crise financeira e na tentativa cada vez mais incidiosa de eleger os CEO's dos impórios financeiros como "culpados" de serviço. Tendo por ponto assente que não são "anjinhos", não merecerá o esforço procurar explicações menos simplistas? Ou haverá ainda quem pense que os problemas se estrutura são mera questão de liderança ?
Vamos discutir isso ?
;)

Ferreira-Pinto disse...

Tiro perfeitamente escusado o do Manuel Rocha ... é que por vezes os maiores dislates da história resultam mesmo de teorias simplistas ... o caso do senhor George W. Bush é paradigmático ... graças a uma engenharia eleitoral complexo conseguiu bater Al Gore que, presumido e bacoco, se via já como vencedor antecipado ... teve mais votos, é certo mas saiu derrotado depois no sítio onde os votos se contam; posteriormente, saiu-lhe ao caminho um Kerry que se meteu a jeito quanto baste!

O facto de ter ganho eleições de forma legítima (uma vez, vá já que na primeira ainda há umas dúvidas no ar) não significa que automaticamente deixe de estar imune à crítica ... George W. Bush é o fruto de uma parte da sociedade americana, bebeu inspiração nalguns dos seus sectores mais reaccionários mas pode e deve arcar com as suas próprias responsabilidades, a começar pela campanha despudorada de falsidades usadas para justificar uma guerra que, digo eu, se calhar justificava melhor dizendo que "eu quero acabar com aquele tipo e fazer o que o meu pai devia ter feito e não fez!" ...

... quanto aos CEO e accionistas, se não são os cavalheiros os responsáveis maiores, então estamos mesmo tramados e devemos estar preocupados. Mais um pouco e ainda dizem que um dos culpados sou eu por não ter lá nem créditos, nem depósitos!

António de Almeida disse...

-O mundo teria ficado bem melhor se McCain tivesse ganho as primárias Republicanas há 8 anos, e posteriormente tivesse sido eleito presidente, mas saiu-nos este na rifa. De qualquer forma, ele faz parte duma administração competente, bem melhor que muitos julgam, cujos elos mais fracos são precisamente o presidente e o seu vice. Também é verdade que a sua eleição resultou apenas de objectivos internos, no 1º ano quase não ouviamos falar dos EUA até ao 11 de Setembro, que mudou tudo, o programa de W.Bush era isolacionista, convém recordar. Quanto a W. nada espero de Oliver Stone, o homem esgotou-se em Platoon, depois JFK, o que é aquilo? levantar supostas teorias? será provavelmente o que irá aplicar a W. Bem, sempre deve estar um bocadinho melhor que as tretas do M.Moore.

Peter disse...

Ao menos serviu para alguma coisa...

Carol disse...

Entre ele e o Alberto João, nem sei de quem gosto mais...

Joaninha disse...

Carol

Ficamos à espera do A.J.J pelo Manuel de Oliveira :).

beijos

antonio - o implume disse...

W é um excelente produto americano para consumo europeu até à demência. Sempre me surpreendi com a nossa paixão pelo lixo americano.

Estará esgotado semanas a fio, pelo menos na europa, esse novo filme.

Valha-nos o Manuel, sempre atento!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Parece-me que está demasiado optmista. Só de ovir Sarah Palin, até tremo!

Carol disse...

Joaninha, essa foi de mestre!

P.S.: E não é que o meu ginásio se rendeu aos (des)encantos do Mamma Mia?! Rats!

João Castanhinha disse...

Vi uma entrevista da Sarinha à ABC e o meu sangue gelou, qual Osama, qual Bush, aquela mulher é a encarnação do demo, se ganhar desconfio que vamos ter bastantes saudades dos Rumsfelds, Dicks e do Bushinho.

Blondewithaphd disse...

Jo,
Já lhe ouvi chamar muita coisa, agora passarinho enfezado... that's a new one!;)

Blondewithaphd disse...

Manel,
O povo e o sistema que elegeram o Bush são entidades muito complexas. Lógico que ele representa o país, e, quanto a mim, até representa mesmo é o comum dos americanos. Mas se devemos ter uma cara, uma figura, um alvo para exorcisar as nossas arrelias e frustrações, então o George Bush é um boneco que se presta a isso.

Blondewithaphd disse...

Ferreira,
Claro que os aligátores na Florida e o Jeb Bush ajudaram muito a que o Bush fosse eleito. Mas, se bem me lembro, na altura da primeira eleição também não íamos muito com a figura do Al Gore que toda a gente dizia ter um QI abaixo da média e só foi reabilitado quando se pôs a fazer documentários. Mas, enfim, como dizes, na volta a culpa até é tua! Tens de esperar até a Blonde chegar à Presidência, não é?

Blondewithaphd disse...

António,
Oooops, eu até gosto de Michael More...
E quanto aos assessores do Bush, eu tenho pena da Rice e dos sustos que tomou de cada vez que tinha o Presidente a falar!

Blondewithaphd disse...

Peter,
SErviu mais que não seja para dar dinheiro a ganhar com a carrada de ímans para frigorífico que se venderam à conta dos Bushisms!

Blondewithaphd disse...

Carol,
Sim, esse é outro com queda para a comédia. Até curto!

Blondewithaphd disse...

Carol,
Sim, esse é outro com queda para a comédia. Até curto!

Blondewithaphd disse...

Implume,
E esta loura lá estará nas filas da bilheteira para ir ver mais um filmezito sobre American Trash!;)

Blondewithaphd disse...

Carlos,
Optimista, moi?! Sinceramente há muito tempo que não andava tão desinteressada das eleições americanas. Quanto à Palin, logo à noite se verá como ela se sai no frente-a-frente com o Biden.

Blondewithaphd disse...

João,
Então lá teremos outro cromo ou "croma"! Lá bimba é ela.

Ferreira-Pinto disse...

Ai o embate entre o saúrio do Biden e a "jackass" da Palin é logo?
E com os encarnados a jogarem contra o Nápoles?
Vou para o ginásio ...

Joaninha disse...

Vamos lá ver se desta vez tb vais a correr.

Deixei-te uma resposta lá no post ;)

beijos

vbm disse...

Na verdade, foi um desastre: neste e no outro mandato. E, contudo, o Bush-pai foi um presidente sensato. Não cabe na cabeça de um ocidentalista ir abater no Médio Oriente um dos poucos estados laicos e pró-ocidentais como o Iraque de Saddam. Certo, precisava de ser controlado. Fê-lo, na perfeição George Bush-pai: invadiu o país e derrotou-o. Se a América queria impor algo, de novo, bastava-lhe declarar todo o espaço aéreo objecto de vigilância (80% já era) e deslocar uma esquadra para Ormuz, outra para o Mediterrâneo e... dar ordens!

joshua disse...

Sim, o homem vai ficar nos anais. Nos anais! O mundo tem as suas gestas e as suas vias dolorosas.

Também tem os seus anais e Bush já figura lá!
Saudade do anedótico
kick-some-ass-Bush? Só sinto e sei que o homem ficará inscrito nos anais por todas as razões. Todas.

Asshole nos anais. Pigs in space. You can put lipstick on a pig but the pig is still a pig. Já quanto a quem fica nos anais é diferente.

PALAVROSSAVRVS REX