14 de dezembro de 2008

Reviver o Passado, Viver o Futuro

Alpedrinha... Belmonte... Gonçalo... Como me são familiares estes nomes. Estou a chegar e vou com pressa. Ignoro limites de velocidade e os 2ºC com aviso de gelo na estrada que indica o computador de bordo. Mais um túnel e ei-la... Fria. Farta. Formosa. Fiel. Falta um "F" de que me não lembro. Já não lhe reconheço os contornos. Cresceu imenso e pergunto-me porque é que estive oito anos sem aqui regressar. É tão bom regressar...

Contorno a radial externa mas vou entrar na cidade. Quero demorar-me. Sigo para a parte velha, conduzo lentamente pelas ruas empedradas a granito, tão ásperas, tão duras. A iluminação de Natal dá-lhes um ar ainda mais nostálgico. Pouco a pouco começo a lembrar-me das ruas, das ruas que eu conhecia como a palma da minha mão. Os Verões e as Passagens de Ano de tantos anos, há tantos anos. Contorno a Sé duas vezes. Impressiona-me sempre. Estou na Guarda.

Comigo vem uma miúda loura e esguia dos seus dezoito/dezanove anos. A cabeça cheia de sonhos e planos. Acho que a vejo olhar para mim e dizer: "Não me atraiçoaste". Trago-a com a sua vida toda pela frente a reviver o passado. Foi feliz aqui, onde os planos se verbalizavam, onde as noites se passavam nas idas a Ciudad Rodrigo no calor do Verão e onde descobria que a Água das Pedras também se servia em quartilhos. Deixo-a nas lembranças.

E hoje? Hoje acordo entre lençóis polares. Puxo as cortinas do quarto e vejo que para lá da janela caem farrapos de neve. Tenho de ir lá para fora para o meio das árvores e do frio. O frio seco da Guarda de que já mal me lembrava. Mudou tanta coisa. Permaneceu tanta coisa. E a vida segue toda pela frente. Vivo a alegria do que está para vir agora que sei como foi o passado e o futuro do passado. Vivi esse futuro e foi bom, o novo será ainda melhor. Estou feliz no meio da neve mas não me vou demorar...



17 comentários:

Carol disse...

E eu a pensar que ia encontrar um post sobre o Leixões... (I told you so, Blondie...).

Guarda... Já fui muito feliz na Guarda e, em breve, espero voltar a ser. Adoro ir lá!

antonio - o implume disse...

Os regressos ao passado devem ser breves...

António de Almeida disse...

-Já não vou à Guarda há uns bons 15 anos. Nem tão pouco a Belmonte, Sabugal ou Ciudad Rodrigo. Mas sim, também já fui muito feliz nessa zona.

By the way, espero que não tenha perdido o vídeo do ano, uma linda canção de Natal reunindo entre outros George Michael, Bob Dylan e António Calvário. Pode ver em:

http://www.youtube.com/watch?v=pI3z1c53J4g&eurl=http://o-andarilho.blogspot&feature=player_embedded

PRD disse...

Que crónica bonita, meu deus. E que bem escrita...

Ferreira-Pinto disse...

Aqui muito entre nós, mas mesmo muito entre nós, será que noto uma ligeira inflexão nos gostos da "boss"?

Andam por aqui a revoar, tal como os flocos de neve que te levaram à urgência de ir lá para fora, um sentimento inaudito, novo, poderoso ... quase que ousaria dizer que é de felicidade, apesar de ...

Que bom ler-te neste registo, minha amiga.

DANTE disse...

Isso de conduzir e teclar ao mesmo tempo não dá multa? ;P

Jokas :)

Blondewithaphd disse...

Carol,
O que é que me aconteceu ao Benfica???????????? Tu não me poupes!!!!!!!!!

Blondewithaphd disse...

Implume,
Brevíssimos!!!!! Nem podia concordar mais!

Blondewithaphd disse...

António,
Lolíssimo!!!! Uma pergunta: Quem é o Angélico? E o que é que o George Michael foi fazer com o Zé Pedro? :)

Blondewithaphd disse...

PRD,
A Guarda é linda.

Blondewithaphd disse...

Quinn,
Felicidade! E homem de Deus, a sua boss também pode fugir à norma, uma vez por outra, não? Olha-me o assessor, hein?! Gostaste? Que bom!

Blondewithaphd disse...

Dante,
Multa apanhei eu hoje que entrei pela Via Verde e saí pela normal!!!! Pode? :)

António de Almeida disse...

Quem é o Angélico?

-Não faço a mínima ideia, mas sei que foi gozado pelo colectivo "contemporâneos" há muito pouco tempo, e demonstrou enorme fair-play ao aceitar o convite.

joshua disse...

É pena que te não demores onde estiveste, menos pela hipotermia de demorares...

Poético o teu registo novo de desanuviamento, etapa superada, reencontro contigo e re-partida ao ringue do confronto vital por ti mesma.

Anónimo disse...

Belmonte, Caria, Peroviseu, Alpedrinha, Fundão... engraçada a coincidência de, também eu ter sido feliz por aí :-)

http://Anitanosupermercado.vox.com

JOY disse...

Olá Blonde

Conheço mal a Guarda mas depois de ler o teu texto, fiquei com uma enorme vontade de lá ir passar um fim de semana, com neve de preferência.

Fica Bem
Joy

Joaninha disse...

Foste para o frio :)

É lindo a Guarda, eu adoro...Tenho uma casinha lá perto :)

beijos