12 de fevereiro de 2009

FINALMENTE!!!!!!! 2


Nem acredito que chegou o SOL!!!!!!
Uma pessoa sente-se logo outra: menos sorumbática e amorfa. A Vida arrasta-se menos quando este sol, pouco quente e brilhante num céu limpo e lavado pela chuva, irrompe ao cabo de dias e dias de humidade e cinzento.
Só é pena eu estar aqui em prisão domiciliária, perdida entre livros e ideias para uma comunicação que tem de ser escrita e que não me apetece minimamente. Apetecia-me antes desatar a escrever um romance de cordel, algo que não me puxasse pelo cérebro louro e que eu pudesse ir fazer lá para fora, sentada no jardim com o pc ao colo (e o Spotty a chatear-me o juízo). Apetecia-me ler insanidades, fazer um capuccino e ficar a olhar para o céu.
Como alguém me disse aqui há dias:
"Hoje apetecia-me ser loura..."

9 comentários:

Zana disse...

Bem, vou pela primeira vez entrar num blogtrain e vou ser logo a 1ª a escrever sobre a reflexão Finalmente II!
Por cá o Sol tb brilha, há 3 dias, mas por cá a luz é ainda mais intensa, e o Céu mais alto do q por aí... (É verdade, há sítios em q o firmamento parece mais abrangente e inantingível!)

No entanto, acho que só nos maravilhamos tanto com Ele, porque anteriormante vivemos dias escuros e chuvosos... É bom, não nos esquecermos disso, quando a vida não nos traz aquilo que queremos...Acreditar na transitoriedade do menos bom e antecipar a esperança do melhor q estará para chegar (...Mas nunca with crossed arms, obviously!!)

...Já agora, até para escrever um romance de cordel é preciso puxar pela cabeça, mas realmente se o fizermos cá fora, na companhia do 4 patas, até poderão surgir cenas bastante luminosas !...

António de Almeida disse...

Agora basta esperar que o sol aqueça um pouco, e logo teremos os ditadores do politicamente correcto a bradarem contra o aquecimento global, eh, eh...

DANTE disse...

E pronto. O sol , o sol... Quando for Verão tá tudo farto dele. lololol

Jokas Loira kum Kanudo :)

Ferreira-Pinto disse...

Olha, olha ... de costas folgadas, com que então?
Pois e com desejos de ser loira!?
Esta é boa ...

Ora, se eu bem percebi, à menina apetecia-lhe não algo, como àquela do Ambrósio, antes um banco de jardim, pc no colo, Spotty às pés, ler insanidades e desatar a escrever um romance de cordel.
E apetecer isto é apetecer ser loira?

E no tal romance de cordel iria a menina tecer fartas efabulações sobre quê?
Ou seria mesmo um daqueles de "e ela, pegando-o sofregamente nos braços, aproximou-se e, enquanto escutava o latejar do coração, beijou-a"?
Suponho que não seria no Chicago Manual of Style, claro está!

antonio - o implume disse...

Por aqui também faz sol e olho à minha volta e exclamo: está tudo louro!

mdsol disse...

Linda Bondinha:
Chegou o sol, eu carente dele e logo vim atrás da chuva... Esta manhã julguei que a ilha se afogava tal a quantidade de chuva e vento. Agora, início da tarde, como é apanágio destas ilhas, brilha o sol. Espero que que aguente!
Desculpa dar o meu palpite... porque não satisfazes essa tua vontade de, por uns instantes, não fazeres nada "importante"? Faz menina, e vais ver como esses momentos são muito úteis!
:)))

Blondewithaphd disse...

Querida Zana,
Como é bom ver-te por aqui: Finalmente!3:) Sim, sim, sobretudo a transitoriedade das coisas cinzentas, pardas, difusas. Lá quanto ao Spotty deixar-me escrever seja o que for, pois...:)
Benvinda, linda!!!

António,
Como eu não acredito no aquecimento global...:)

Dante,
E eu que preciso de factor de protecção écrã total!!!!!!

Quinn,
Tu não me gozes com o Chicago Manual!!!! Hmm... "E ele beijou-a ardentemente como se não existisse amanhã..." Bem, acho que não dou mesmo para esse registo pseudo-literário:)

Implume,
Tudo louro? Aonde, homem?

mdsol,
Palpita à vontade, mulher! Com que então estamos feitas ilhéu, hein?! E chuva? Ai não, isso é que não:)

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ia ser mauzinho, mas abstive-me. Não digo onde tenho passado estas manhãs, porque é muito feio provocar a inveja dos outros.

Joaninha disse...

Blonde não há duvida, graças aos santinhos acho que mais um dia e chuva e eu tinha uma coisinha má!

Acho que escreverias um romance lindo, só não seria era de cordel, mas isso são outras coisa que cheira-me, um destes dias, ainda apanhamos a Dona Blone de alto dos seus PHDS a fazer;)

Abraços ao Spotty e beijinhos à Loira