23 de março de 2009

Doutor José Mourinho

Muito barulho por nada. Parafraseando o título de uma das peças de Shakespeare é o que me apraz dizer agora que a Academia investe um novo Doutor Honoris Causa. E daí se for Mourinho o escolhido para recipiente de tão honrosa distinção e não o Carlos Queiroz ou o Jesualdo Ferreira?
Que é muito novo. Pois sim!
Que tem mais carreira pela frente do que atrás dele. Sim senhora!
Mas, goste-se ou não, e eu pessoalmente até nem simpatizo muito, o que é indesmentível é que ele tem uma carreira a todos os títulos brilhante. E, numa altura em que a Academia julga os seus através de uma coisa denominada IF, Impact Factor, que credibiliza os investigadores com carreiras desenvolvidas no plano internacional, José Mourinho deve ter um IF estratosférico.

Pois esta que se intitula Blondewithaphd, que tem um doutoramento genuíno, e, já agora, terminado antes de todos os prazos legais numa idade relativamente jovem para os padrões académicos deste país, acha muito bem que o Doutor José Mourinho seja acolhido na classe.

3 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Embora andem por aí uns intelectualóides muito ofendidos, pelo facto de um treinador d futebol ser doutorado. Normal neste país de invejosos e mesquinhos.

António de Almeida disse...

Até desconhecia a faculdade onde José Mourinho tinha obtido a licenciatura, naturalmente quem formou um aluno que obteve a notoriedade de JM deverá naturalmente recolher os louros, ou será que as grandes universidades por esse mundo fora não fazem exactamente o mesmo? Por acaso há bem pouco tempo fomos brindados com todo o percurso académico de B. Obama, absolutamente normal, faz parte da busca pelo prestígio de qualquer instituição...

Ferreira-Pinto disse...

Olha a modéstia, ó menina! :)