28 de junho de 2009

Blonde e Breadmachine - A Saga Continua...

E como não há Blonde que se preze que não seja persistente, esta querida lá decidiu que não haveria de ser uma máquina que iria ter a última palavra na cozinha. Isso é que era doce!
Escolhida nova receita e eis que a Sra. Dona Blonde prepara a máquina e lá coloca, muito cuidadosamente (quase a medo, diga-se em bom rigor), os ingredientes necessários. Tudo feito com atenção e esmero para não chatear a máquina de antemão. Selecciona-se o programa, carrega-se no botão "on" e a Sra. Dona Blonde suspira de alívio: "Esta fase foi vencida" e vai tratar de outros assuntos deixando a máquina entretida nos seus.
Eis senão o seu espanto quando, dali a bocado, de regresso à cozinha para inspeccionar o trabalho da padeira temperamental, a primeira coisa que vê, imóvel e sossegada, no escorredor da loiça é... a pá de amassar da máquina!
Agora digam-me como é possível? Como é que eu não me lembrei de verificar se tinha posto tudo, mas mesmo tudo, dentro da máquina? E porque é que o fabricante se lembrou de fazer uma pá amovível? Com mil diabos!
Andava eu, por estes dias, tão contentinha que até inventava umas receitinhas gostosas que, pasme-se, até ficavam bem (tão bem que iam parar ao blog) e eis que a síndrome da Desperate Housewife regressa em mais uma revoada. Não há direito!
Amuei!

10 comentários:

António de Almeida disse...

Essa máquina parece ter peças a mais. Provavelmente operá-la requer um curso nas novas oportunidades...

antonio - o implume disse...

Percebo, como aquele pedal a mais que os carros trazem... e todas aquelas manetes!

Acredito que a Blonde conseguirá domesticar a máquina de fazer pão! (E eu que julgava que tu tinhas formação universitária!)

Eu Mesma! disse...

Ai querida...
ainda vais comer o pão que o diabo amassou!!!!!!!

:)

Helena Sacadura Cabral disse...

É por isso que eu passei a castanha clara. Quando era blonde, mas ainda sem Phd, assisti a uma sessão da Bimby. E dessisti. Afinal o prazer de cozinhar é ficar estafada. Eu sei que há outros que tambem estafam, mas enfim...fico-me pelos gastronómicos onde, pelo menos se come de verdade!

Ältere Leute disse...

Mas, afinal, a máquina "mexeu" ou nem sequer ? E não ouviu, antes de ir aos outros assuntos ? sem um bocadinho de concentração, nem uma fotocopiadora.... Gosto da sua boa disposição!

Joaninha disse...

Essas maquinas de pão são o diabo ;)

beijos

José disse...

Haha... lindo!

Com esse jeitinho, não há receita (nem máquina) que resista.

Ferreira-Pinto disse...

Diacho, nem a coisa anda nem a gente come ... torradas!

mdsol disse...

eheheh
Essa da pá amovível deve ser para facilitar a higiene da máquina caprichosa!
Blondinha, esses esquecimentos básicos acontecem a quem tem a cabecinha, loira ou morena tanto faz, ocupada com mais coisas além dos electrodomésticos e dos pergaminhos de dona de casa. Abençoada seja essa tua cabecinha.
:)))

Zana disse...

A MÁQUINA TEM SEMPRE RAZÃO