20 de maio de 2010

Depois do ataque dos 14 anos...

Tive de ir moderar uma sessão e deixei passar o autógrafo ao John Simpson. Pseudo-auto-consolação: eu queria lá o autógrafo, só estar aqui, só ver aquela postura, muito estilo David Attenborough, I'm afraid, é mais do que compensador. É sem dúvida a melhor de todas as conferências a que vou todos os anos. Esta é mesmo minha: na organização, nas horas que me toma, no prazer que me dá, no feedback e em todo o support que tantas vezes me falta back home in Portugal.
Como diz o meu amigo, mentor, co-fundador desta associação: the miracle continues e este ano melhor que nunca. I'm happy and proud e é outro daqueles momentos em que esta profissão dá mil retornos ao invesimento pessoal-profissional que vem com os espinhos de se ser professor universitário in this day and age.
Continuemos por mais dois dias...
Ah, e da nuvem vulcânica nem notícias!

3 comentários:

antonio - o implume disse...

A vida de professor é muito sofrida...

António de Almeida disse...

Formulo votos de sucesso...

Daniel Santos disse...

Eu pelo contrário, fã que sou da Blonde, queria um autografo teu, mas a amiga não respondeu ao convite... mas não faz mal, no próximo não escapas.