12 de maio de 2010

Não-aniversário

Ocorreu-me mesmo agora. No fortuito. No trivial quotidiano. Escovando os dentes a olhar para o espelho, no gesto mecânico. Lembrei-me que não me lembrei este ano do dia do meu não-casamento. Já passou quase um mês sobre a data e passou por mim como nada. Esqueci-me total e naturalmente.
Fiquei feliz no esquecimento. Tão feliz...

5 comentários:

manuel gouveia disse...

Vais ter que ultrapassar isso. Pensa que fizeste um homem feliz.

Abobrinha disse...

Ah, grande mulher!!

António de Almeida disse...

Espero dizer o mesmo em breve, veremos... :D

mdsol disse...

Muito bem, Blondinha! A melhor prova, de facto.

:))))

[Tu não me digas mulher, que não viste a autêntica orgia de papoilas que coloquei lá no branquito, logo no Domingo, um minuto após a vitória dos meninos da luz! Então o meu férplei ia lá descurar os parabéns aos vencedores?]

Maria, Simplesmente disse...

É bom quando as datas nos passam despercebidas, Blonde.

Gostava que fosse ao meu Blogue "Longe do Céu" e visse o que lá está para si.
Felicidades Blonde.
Maria