8 de agosto de 2010

Back in/to Alentejo


Regresso ao Alentejo. Aquele onde me descobri faz agora um ano. Aquele onde me pacifiquei. Aquele onde aprendi que férias em Portugal são tão boas como em qualquer outra parte. Aquele onde colhi amoras como em pequena. Regresso. Não ao mesmo sítio, a outros onde nunca estive e onde me quero perder levando o carro à deriva por entre montados e rectas longas.
Acho que para me descobrir preciso começar a conhecer este país que nunca vi bem como "o meu", mas o curioso é que marquei estas férias num site internacional, vou para uma tapada propriedade de ingleses e paguei o aluguer da casa em libras. Acho isto o cúmulo da ironia. Mas acho também que é aquela parte de mim que nunca conseguiu sair da duplicidade de uma nacionalidade feita a martelo. Tenho o pressentimento que nunca vou emergir desta espécie de confronto de ser portuguesa sem o ser. Enfim, isso é outro assunto. Por ora, quero é ir para esse imenso Alentejo de cheiro a searas secas e terra esfarelada. Vou ter comigo, abrir os olhos àquele céu profundo e pensar na sorte que tenho em poder perder-me e achar-me...

6 comentários:

Pedro disse...

vá para o estrangeiro
cá dentro

Ältere Leute disse...

E para quando vir ao Alentejo Litoral ? Onde também há "turismos rurais", com mais ou menos mar/rio por perto ! Já agora... nunca pense em vir na(s) semana(s) { é que já não é só um fim-de-semana } do "Sudoeste" !!! Schrecklich!

Ältere Leute disse...

E para quando vir ao Alentejo Litoral ? Onde também há "turismos rurais", com mais ou menos mar/rio por perto ! Já agora... nunca pense em vir na(s) semana(s) { é que já não é só um fim-de-semana } do "Sudoeste" !!! Schrecklich!

Kássia Kiss disse...

Quem quer libras, quando pode ter euros?!

zana dias disse...

Vem, vem, que isto por cá está bom!!! ...Está fresquinho!!!

Daniel Santos disse...

Bom sitio para se andar.