13 de agosto de 2010

Entre ossos e estrelas


Quando éramos alemães, o que eu conhecia de Portugal era um Algarve mágico de pinhais e sapais em Vale do Lobo, praias selvagens onde a Tante Ruth e a Tante Henny andavam comigo e com a Mana de mãos dadas a cantar os equivalentes alemães das "Pombinhas da Catrina". O resto da minha vida passou-se num semi-nomadismo que obedecia à profissão do Pai. Portugal pouco mais era do que Lisboa e o campo onde hoje vivo. As férias levavam-me para os desertos, as latitudes e longitudes distantes e, quando muito, as orlas mediterrânicas de África e do Levante. O ano passado descobri o Alentejo. Regressei este ano. O espírito está diferente. A necessidade de auto-descoberta apaziguada. Diz-se que não se deve regressar aos sítios onde se foi feliz. É um facto que nunca regressei à casa da Avó depois de ela morrer. Não quero. Mas regressei aqui a este canto do mundo. Vejo-o com olhos diferentes dos que o olharam o ano passado. Noto-lhe o calor, por exemplo. Noto que não é o Éden com que o pintei enquanto colhia amoras nos silvados o ano passado. Mas continua a ser um sítio de encantamento que me prendeu a alma.
Descubro recantos inusitados como uma capela forrada de ossos em Campo Maior, um sítio esconso emparedado por muros de igreja fechada e casas caiadas de fresco. Eu que tenho exorcizado os cadáveres dos meus baús fico-me a pensar que nós fazemos os nossos pesadelos de caveiras grotescas. E depois à noite estendo-me na espreguiçadeira do terraço e olho as chuvas de estrelas nestes céus límpidos onde ainda vejo a via láctea e as constelações que o Pai me ensinava em miúda. Navego em pensamentos lentos que vogam neste vento manso e quente e dou graças por ter chegado aqui...

10 comentários:

Goldfish disse...

Essa capela é um sítio assaz estranho. Boas férias!

Kássia Kiss disse...

Também para aí vou, uma semaninha, em Setembro :)
O Alentejo também me fascina (eu, que sou do Norte de Portugal e que moro há 18 anos na Alemanha).
No Alentejo há algo de mourisco no ar... E eu adoro a mística moura!

Ältere Leute disse...

Bela foto : Dame mit Hut und schönem RING!
Obrigada pela informação: não sabia que em Campo Maior há uma capela de ossos; só conheço a que é famosa, a de Évora.Sou mesmo mesmo do Baixo, mau grado as afinidades conjugais com Avis!

Ältere Leute disse...

Bela foto : Dame mit Hut und schönem RING!
Obrigada pela informação: não sabia que em Campo Maior há uma capela de ossos; só conheço a que é famosa, a de Évora.Sou mesmo mesmo do Baixo, mau grado as afinidades conjugais com Avis!

Ältere Leute disse...

Bela foto : Dame mit Hut und schönem RING!
Obrigada pela informação: não sabia que em Campo Maior há uma capela de ossos; só conheço a que é famosa, a de Évora.Sou mesmo mesmo do Baixo, mau grado as afinidades conjugais com Avis!

Ältere Leute disse...

Peço desculpa, por tanta "aselhice", não sei como aconteceu...

antonio - o implume disse...

E não me atrevo a perguntar quando deixaram de ser alemães e que fatalidade conduziu a essa queda dos altares. Seria certamente demais... bjnhos.

建枫 disse...

在莫非定律中有項笨蛋定律:「一個組織中的笨蛋,恆大於等於三分之二。」..................................................

Canseiroso disse...

Pessoa assim escondida atrás de si, insinuando-se cadáver.Que se diz quase apátrida.É azar...

瑰潼 disse...

令人心動的好文章~~............................................................