20 de setembro de 2010

A girl's best friend


O Pai sempre teve horror que alguma de nós (entenda-se eu, a Mana e a Mãe) alguma vez se visse numa situação qualquer de dependência do género masculino. O lema era independência ou morte bem ao estilo Ipiringa. Vai daí trazia-nos n gadgets da Alemanha de cada vez que lá ia a fim de que nós fôssemos o protótipo da autonomia. Estas boas (estilo boa constrictor) são muita boas a abrir tampas, até ao dia...

- Papi querido, sabe o que é uma coisa funcionar 99,9% das vezes? É... aconteceu o 0,1%...

4 comentários:

Pedro disse...

Ipiranga
o grito do dito

Eu Mesma! disse...

Mas que raio é aquela engenhoca?

antonio - o implume disse...

Eu próprio por vezes (raramente) as uso. Mas, confesso, o mundo feminino é fantástico.

Daniel Santos disse...

eu é mais à unha.