14 de outubro de 2010

Apetece-me

Apetece-me escrever... mas não sei o quê.
Apetece-me ler... mas não sei o quê.
Apetece-me ficar quieta... sem me apetecer.
Não sei mesmo o que me apetece mas que me apetece, apetece.

4 comentários:

antonio - o implume disse...

Desejos assim... são... hum... desejos.

A.B. disse...

Eu estive assim uns dias. Era gripe.

Eu Mesma! disse...

ja somos duas mas no meu caso nao e doença...

JonDays disse...

Isso já parece o anúncio do Ambrósio... podia ser um poema do Pessoa, mas falta-lhe a centelha da simplicidade divina!! :) Mas compreendo o que diz, acho eu...