5 de outubro de 2010

Republicana até à medula

O que é estranho se tomarmos em consideração eu ter crescido a ouvir as histórias do exílio forçado do Sr. Dom Manuel e a fuga da Sra. Dona Amélia e a saber que havia uma bandeira monárquica escondida dentro do baú que se salvou das Invasões Francesas (de que eu agora sou a feliz herdeira), mas bandeira essa que soçobrou à traça e bicharada que tal antes de eu vir para Portugal. Ou seja, degenerei e beza-me Deus sou muito republicanazinha da minha alma.
Não é que a República tenha o glamour da Coroa e, sinceramente, acho qualquer monarca bem mais preparado para representar uma nação do que um presidente. Mas é a minha aversão medular a todo e qualquer processo que não envolva plebiscitos e contornos de democracia universal.
Se me perguntarem se concordo com o nosso modelo republicano, digo logo que não. Preferia um regime presidencial (e, nesta hora de crise, creio que se poupariam fortunas com esta macro-bicefalia do Estado e palácios/residências oficiais para PM e Presidente). Um Presidente com funções representativas e legislativas, uma boa e saudável Procuradoria-Geral da República e estava a coisa arrumada. Acho que temos cangalhada política a mais: ministros e secretários de estado, presidente, procuradoria, assessores em barda e para quê? Estamos lindos, não estamos? E depois, porque é que temos de ter um parlamento com 230 deputados para um país minúsculo de escassos dez milhões de habitantes que cabem todos, por exemplo, na cidade de Londres?

Enfim, hoje comemora-se o centenário da República Portuguesa. Feliz centenário! A ver se as coisas melhoram porque tu, pobre República, andas que é um enxovalho só.


4 comentários:

antonio - o implume disse...

A menina ficava bem numa corte, nem que seja numa corte republicana.

mdsol disse...

Beijinho republicano
:))

Maria, Simplesmente disse...

Um abraço para si Blonde, disse tudo o que eu penso, e que não disse, não por medo, mas por a pouco e pouco se instalar em mim uma certa indiferença quanto ao andar desta vida de luxo, num País com a "corda na garganta", e que continua a viver como se fosse rico.
Palmas à sua coragem, é de gente assim que precisamos para nos fazer sair desta indiferença que a nada leva.
Abraço Blonde e obrigada.

Daniel Santos disse...

hoje PRD na Antena 1:

"Acho que temos cangalhada política a mais: ministros e secretários de estado, presidente, procuradoria, assessores em barda e para quê? Estamos lindos, não estamos? "

http://tv1.rtp.pt/programas-rtp/index.php?e_id=&c_id=1&dif=radio&p_id=2361