14 de dezembro de 2010

1º Debate Presidencial

Candidatos perdidos. Fernando Nobre vs. Francisco Lopes. Não me interessou. Nem me lembrei. Vi excertos. Nem me aqueceram nem me arrefeceram nem prestei atenção. De início, nos preliminares da campanha há uns meses, ainda pensei que Fernando Nobre fosse um escape para quem de nós já não se revê na máquina politizada. Demitiu-se da campanha. Esfumou-se. Não se deu a visibilidade que podia grangear. Dêem-lhe um Nobel e esqueçamo-nos deste seu passo no circo de lama onde se afoga e para onde veio imberbe e inseguro.
O outro... não comento aquela ala política balofa que merece o seu lugar nos livros de História mas para a qual o presente não é um lugar.

6 comentários:

Ältere Leute disse...

Eu tive, logo de início, muita pena que o Fernando Nobre se metesse nisto... Porque é que pessoas que sabem fazer tão bem outras coisas, grandes e importantes - decisivas, para os seres humanos!- como é o caso dele -se enredam na política com o risco de chamuscar aquela imagem ?!
Sim, porque a política não poupa ninguém, de uma maneira ou de outra, mais tarde ou mais cedo...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Gabo-lhe a pachorra, Blonde.Assistir a um debate desses deve ser como ver um jogo de futebol dos distritais.

antonio - o implume disse...

Tens razão. Nada como votar em Cavaco que vai ganhar. Para quê perder tempo com os outros? Depois não te queixes do país que tens...

António de Almeida disse...

Julgo que a apresentadora do debate foi mal escolhida, deveriam ter convidado o Álvaro Costa acompanhado pelo prof. Bitaites, mais acostumados à Liga dos últimos...

Marquesa de Carabás disse...

Pois eu tive pena foi da Judite. Coitadinha...tanta hora no "salão" e deois aquilo: um parecia um troglodita,"portanto" saído do PREC. O outro o Fernão Capelo Gaivota em versão virgem.
(Como a Marquesa de Carabás não existe, não vota. Sendo assims, estou à vontade)

Daniel Santos disse...

Estamos como estamos graças a uma grande maioria que protesta contra os políticos, mas vota sempre neles, não aceitando nada que seja fora dos sistema.

Basta ler os comentários que arrasam quem não faz parte dos fulanos que nos colocaram neste buraco.