28 de janeiro de 2011

Eu até gosto do Egipto...


... quer dizer: tenho mixed feelings. Já lá ia morrendo (de morrer, claro). Já lá me iam raptando. Já lá ia levando uma coça (também daria que eu não sou de me ficar, ora essa). Mas também já lá me avaliaram em 600 milhões de camelos (manganões!). Conheci coptas e núbios. Convidaram-me para chás em casas desconhecidas. Entrei à socapa num casamento e deixaram-me ficar. Enfim, o mundo árabe nas suas idiossincracias. Ver o Egipto a ferro e fogo fez-me impressão. Mais impressão do que ver um Hosni Mubarak octogenário emaciado, botoxado e plastificado. Tenho a sensação (certamente enviesada e preconceituosa) de que os países islâmicos jamais saberão viver em democracia. Pode remotamente ser que nesta onda de protestos alguma coisa mude em direcção à modernidade. (Duvido)

13 comentários:

Dylan disse...

O que podemos assistir é o assalto ao poder por parte de grupos fundamentalistas islâmicos! Espero que esteja enganado.

antonio - o implume disse...

600 milhões de camelos? Partes-me o coração, não posso competir com isso.

António de Almeida disse...

Nunca lá fui, fascinam-me as pirâmides, os crocodilos no Nilo, Luxor ou o vale dos reis... O Cairo não me seduz.

Pedro disse...

vida e morte
perto e longe
como a sorte

anouc disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zana dias disse...

Foste à Austrália e há inundações e destruição; foste ao Egipto e há tumultos e desordem social!... Não saias mais de casa Miss Blonde!

zana dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

ainda que mal pergunte

tens uma pirâmide
(no post)
rodeada de areia
e lá em cima tu
(no blog)
rodeada de areia

são dois rodeios a areia

não sendo tu pirâmide
(imagino, não sei!)
ainda que mal pergunte
pergunto
se é da mesma areia que vos rodeia

:)

perguntar
é como o Carnaval
não é para levar a mal

:-)

Daniel Santos disse...

também não me aprece. Sai uma ditadura entra o radicalismo islâmico.

Blondewithaphd disse...

Zaninha,
Por essa ordem de ideias... também estive na Tunísia um monte de vezes;)

Pedro,
ó meu, que gozação, hein?! Mas se a areia do header e a das pirâmides está a oceanos de distância...

Pedro disse...

pelo comentário da zana dias,
e pelo que acrescentas,
tu, cara blonde,
és um perigo!

qual a próxima saída?

é que, logo logo,
será tumulto pela certa,
na natureza
ou na humana natureza;

acaso serás tu
oráculo viajante?

zana dias disse...

Yes,SHE IS!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Com 600 milhões de camelos... lembro os livros do Amin Malouf e estou de acordo consigo. No entanto, vale a pena acreditar.