1 de abril de 2011

O meu filme do ano

Vai com um atraso monumental. Nem sabia que existia. "Das Leben der Anderen" ou "A Vida dos Outros" que ganhou o Oscar para melhor filme em língua estrangeira em 2006. Arrebatador e o melhor filme em língua alemã que conheço, melhor mesmo que "Der Untergang" (2004), o filme de onde toda a gente tira a cena do Hitler que goza o Sócrates e o Futre e as Scuts. Ainda pensei desistir durante as primeiras cenas, levada pela ideia feita de "Ó, mais outro filme sobre o passado torturado..." Mas depois não, não é mais um filme sobre o passado torturado, sendo, afinal, mais um filme sobre esse passado torturado de que os alemães não se conseguem curar. Genial, um script anti-Stasi que se baseia tão-só na noção de "ein guter Mensch" (uma pessoa boa), a redenção cinematográfica de que, no meio do Mal que superveio à Alemanha, sobretudo à Oriental, alguma coisa humana, no que o humano tem de imanentemente bom, deveria ter acontecido. É filme sim, mas todo aquele Mal precisa ser expurgado do colectivo para o individual. Amei!

8 comentários:

I. disse...

É um filme soberbo, maravilhoso.

Cristina Torrão disse...

Sim, o Óscar foi bem merecido.

S* disse...

Quero muito ver, adorei esta tua "sinopse".

Sara sem Sobrenome disse...

Eu quero ver, eu quero ver. É daqueles filmes que nos colam ao sofá. Um mimo...

antonio - o implume disse...

Tomas conta das minhas miúdas?

sem-se-ver disse...

:) sorri muito. só agora deu por ele?...

mas mais vale tarde, sim.

quanto ao resto, exagera, mas tudo bem :)

António de Almeida disse...

Adorei esse filme!

Ältere Leute disse...

Tudo tão bem feito !