16 de setembro de 2011

Blonde batatas sem nome

 Fiz esta receita para aproveitar batatinhas cozidas que me sobraram e porque, sinceramente, tinha feito uma quantidade pantagruélica e já me estava a fartar de tanta batatinha cozida. Depois de fazer esta receita fiquei danada por não ter tido a ideia mais cedo e agora já só penso em voltar a cozer batatinhas (logo estas que são biológicas e de uma horta da vizinhança). Cá vai.
Ingredientes:

Batatinhas pequeninas cozidas com pele
4 dentes de alho
2 folhas de louro
1 punhado de folhas de magerona fresca picada
2 rodelas de cebola
azeite e colorau q.b.

Cobrir o fundo de uma frigideira com azeite e colocar aí os dentes de alho em rodelas finas, as folhas de louro e as batatinhas cortadas ao meio. Por cima das batatinhas colocar as duas rodelinhas de cebola e temperar com o colorau e as folhas de mangerona. Quando tudo estiver dentro da frigideira, ligar o lume e deixar ganhar cor lentamente. Servir.
Bom apetite!

3 comentários:

joshua disse...

No-name-potatoes meet No Name Boys.

magiztik disse...

muito boa ideia... :p
é pra relembrar e fazer :)

George Sand disse...

Parece-me tudo muito bem, até chegarmos à parte do colorau. O colorau sempre foi uma coisa um bocado inofensiva e muito usada pela minha avó...até ao dia em que tive que comer uma sopinha de colorau em casa de uns amigos. Pois...cá não se usa. Mas há quem use e vou-lhe contar: é de bradar aos céus. Foi de tal forma que agora fujo dele a sete pés.