1 de outubro de 2011

Não é um bocadinho cedo para o Natal?

Mas hoje no supermercado já estava tudo engalanado com bolos-rei, broas, pais-natal de chocolate, guloseimas natalícias e todos os bombons da quadra. Pareceu-me um bocado surreal, com este calor todo e tão cedo no calendário, ser lembrada, assim, de repente, do Natal.

5 comentários:

CNS disse...

Não resisto ao comentariozinho óbvio: Natal é quando o supermercado quiser. :))
Mas é obviamente surreal.

Verânia Aguiar disse...

puxa, ainda n vejo disso por ca hehe.
Que exagero.

Cristina Torrão disse...

Na Alemanha, já se tornou normal encontrar as doçarias natalícias a partir da segunda metade de Setembro. Horrível! Só apela ao gastar de dinheiro e à adiposidade. E as crianças são as maiores vítimas!

Eu Mesma! disse...

Credo... que horrível...

Turmalina disse...

O comércio precisa faturar...