19 de outubro de 2011

Ouvido ao Luís de Matos:

A única coisa que não perdemos é o que aprendemos.

Subscrevo.

6 comentários:

António de Almeida disse...

Verdade! Os nossos conhecimentos permanecem connosco, pelo menos até ao dia em que nos perdermos a nós próprios...

Patti disse...

Não sei, a memória é muito traiçoeira.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O pior é quando chega o Alzheimer... :-(

salto para a lua disse...

realmente muito bem dito...e é tão bom aprender! também subscrevo.

George Sand disse...

Subscrevo Blonde. É muito bom aprender. Sobretudo com a vida.

João Azevedo disse...

Boa setôra!