31 de julho de 2012

Myrtilis Iulia aqui vou eu!

Há quatro anos que rumo sempre ao Alentejo por esta altura. Este ano é o Baixo Alentejo: Mértola, Alcoutim, Pomarão, Minas de São Domingos, Pias. Também quero passar por Elvas agora que é UNESCO.
Não sei porquê mas o Sul fascina-me mais do que o Norte. É bonito o Minho, o Gerês, mas o Sul tem as planícies infinitas, a quietude do calor, a languidez, o som das cigarras. O Sul é o Meridião, é mediterrânico, é o Attenborough do Primeiro Éden, são as villas romanas perdidas no meio do nada. O Alentejo é o cheiro a seco e a terra. É o verde esparso e o castanho, as represas de água e o Guadiana dolente. E é a solidão e o estar só consigo. É uma ancestralidade calma. Adoro o Alentejo e já estou em pulgas por partir. Vou adorar, como sempre... 

8 comentários:

CNS disse...

Boas férias :)

Cristina Torrão disse...

No Alentejo, sente-se a alma moura, que, na minha opinião, é a raiz da melancolia portuguesa. Foi a nobreza do Norte que partiu à conquista do Sul, formando a nação portuguesa, mas, do Sul, vem o nosso estado de alma, o fado, a saudade.

Eu diria que tens também uma alma mourisca (apesar de seres meia alemã ;)

Schönen Urlaub!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Gosto do Alentejo, mas no Verão fujo dele, por ser demasiado quente.Gosto mais de por lá andar na Primavera ou no Inverno.
No Norte, não mencionou uma das mais belas paisagens deste país, quando chega o Outono:o Douro. Imperdível.
Boas férias!

luisa disse...

Também gosto do Alentejo, mas como boa e ferrenha algarvia que sou não vou deixar o Alentejo usurpar Alcoutim... Ah não... que essa é terra do reino dos Algarves :))
Boas férias!

João Afonso Machado disse...

Bom, o Norte recebe-la-à sempre com toda a hospitalidade.
Boas férias!

Ältere Leute disse...

E o Alentejo Litoral também tem os seus pergaminhos...

Ältere Leute disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Filoxera disse...

A terra da minha mãe!
:-)
Beijos.