15 de outubro de 2012

Marmelada 2012




Chega-se a esta altura e lá vem a questão do que fazer aos marmelos do quintal. Confesso que já me farto de fazer marmelada e que pensei mesmo que este ano não estava para me ralar. Mas uma amiga deu-me uma receita de marmelada expresso e dei comigo a fazer duas paneladas da dita e a gastar quase 5kgs de marmelos (que nem fizeram mossa na árvore...). Ficou tão boa que ainda estou a desconfiar que seja assim tão fácil.

Ingredientes:
2kgs de marmelos
900grs de açúcar louro

Partir os marmelos em quartos e descaroçá-los (não os descascar). Colocar os marmelos e o açúcar numa panela de pressão. Quando a panela começar a apitar, reduzir para lume brando e deixar ficar por dez minutos. Apagar o lume e quando a pressão se libertar usar a varinha mágica para reduzir a puré os marmelos e o açúcar. Deitar em taças.

Para o fim-de-semana que vem vou continuar a desbastar os marmelos do marmeleiro e fazer mais umas paneladas de marmelada. No entrementes, vou dar taças de marmelada a meio mundo.

7 comentários:

CNS disse...

Também faço marmelada com a panela de pressão. E este ano ainda não tive tempo de a fazer ;)

Francisco Nobre disse...

A versão da panela de pressão não me tinha ocorrido.

Gosto de fazer marmelada com acúcar amarelo mas com um pau de canela e uma folha de figueira junto durante o apurar (que se tira ao colocar nos recipientes onde a marmelada vai ficar).

Gosto de utilizar a casca e restos para fazer uma geleia de marmelo que fica, quando a coisa corre bem, divinal.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Só para sua informação, adoro marmelos assados :-))

Peter disse...

Fazen aí referêmcia à geleia. A minha mãe fazia e eu gostava imenso.

A Luz A Sombra disse...

Para quem tem marmelos no quintal adorei a sugestão.
Da geleia gosto muito mais, e comida de volta da lareira... ao pequeno almoço, com pão alentejano quentinho é uma delícia.
Simplesmente eu não tenho marmelos se fosse comprar ficava caríssimo.
Assim compro frascos pequenos de doce de abóbora que também gosto e como de quando em quando.
E agora digam lá se não se vive bem no Alentejo?
Boa semana

Eduardo Saraiva disse...

A marmelada caseira era uma maravilha. recordo a azáfama, lá em casa, nesta altura do ano, com a feitura da marmelada e geleia. Hunnn...

Turmalina disse...

Blonde...sempre sinto saudades da sua marmelada que nunca provei :o)