18 de janeiro de 2013

Da sangria que noto

Parece-me que, neste momento, já conhecemos todos gente que nos é próxima a embarcar na aventura da emigração. Quando é o corpo docente de uma faculdade e funcionários técnicos da mesma que decidem dar o salto, compreendo que o panorama é bem mais assustador do que o que lemos nos jornais. Some-se a isso o desmantelamento do dito Estado Social e temo que não teremos país por muito tempo. Quer dizer, país teremos, um país geográfico mas não um país humano...

2 comentários:

CNS disse...

Deixamos de ser um todo.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Os coelhos são animais devastadores! Por onde passam, destroem tudo
Bom fds