20 de março de 2013

O estudo da Mercer

Ontem saiu um estudo da Mercer onde se compara os vencimentos do sector público com os do privado. Sabendo, de antemão, que me ia chatear, dei-me ao trabalho de ir ler o relatório. Se era para me pasmar, pasmei. Mas claro, eu sou loura, burra, luso-estrangeira e tirei um doutoramento na farinha Amparo e, por isso, não compreendo como se comparam incomparabilidades. Universos desproporcionais, dados enviesados, realidades distintas. Não se contam os cortes entretanto advindos dos últimos Orçamento de Estado. Não se explica que os contratos dos docentes do superior público são uma coisa e os dos privado outra. Enfim... Mas como, no cômputo geral, a função pública sai mal na imagem, isso é o que interessa ao povo e ao Governo. Venham os próximos cortes. 

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Acabei há pouco de ler o estudo/relatório e vou tentar escrever um post sobre o assunto.
Não sei se os resultados que ali se apresentam são fruto de má fé, ou incompetência, mas lamento também a indigência dos jornalistas que escreveram e analisaram o documento e das duas uma: ou não o perceberam, ou quiseram fazer o frete ao governo.