3 de novembro de 2010

Finalmente vejo o Bubblé!

Já vos disse que conheci o tipo? Oh yeah... Eu ainda não era PhD e ele ainda não era "o" Michael Bubblé. Londres. Noite cerrada e chuva miudinha. Venho de Oxford de duas palestras que dei à frente dos gurus do império. Estou cansada. Sigo-lhe a voz calma em "Me and Mrs. Jones". Vejo-o de tuxedo e ténis brancos encardidos. É forte e tem ar de jogador de baseball. Trocamos umas palavras e "prometo-lhe" a fama que ele vai ter. Ri-se. Pergunta-me se não quero comprar um cd que ele tem numa pilha debaixo do piano. Respondo que prefiro comprar-lhe os cds que ele vai meter na Billboard. Tomo um chocolate quente e fico ali a ouvi-lo enquanto me acalmo da maratona dos últimos dias. Venho embora para o meu PhD e ele segue para uma carreira.

Logo à noite estarei ali, em frente dele, no futuro do passado. Congrats Michael! You sure the hell made it!

6 comentários:

S* disse...

É fantástico, adorava ter ido.

Daniel Santos disse...

bela vida.

Quint disse...

Bublé or Bubblé?
E essa de não ter comprado os cd's ao moço quando ninguém o conhecia é de génio; lembra-me um tipo duma editora que recusou os GENESIS porque os GENESIS nunca seriam famosos ... say what?

sem-se-ver disse...

pena por não ter podido ir.

foi bom, certo?

zana dias disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
zana dias disse...

Encontros imediatos.
Conta-nos como foi.