20 de novembro de 2010

No plants, please!

Eu não tenho green fingers.
Eu não gosto de jardinagem.
Eu não falo com as plantas (a não ser que sejam tílias centenárias ou carvalhos gigantes).
Eu preciso de jardineiro.
Eu não me dou com vasos e regas.
Eu estou farta de pedir que não me dêem plantas vivas, please!

- Blondinha, trago-te aqui esta plantinha para pôres num vaso na varanda da entrada que tens a varanda muito despida.

Eu sei! Fui eu que a despi à medida que as plantas anteriores foram entregando a alma ao Criador! E não preciso de plantas envasadas e presas numa varanda quando há um jardim lindo à volta!
Agora tenho ali uma Rosa do Cabo enorme dentro de um balde com água e amanhã tenho de calçar uns botins e ir encher de terra uma ânfora giríssima que me estava a decorar o quintal só para não ser mal-educada e deixar morrer a planta. Ó vida doméstica dum caraças! Era tudo o que me estava a apetecer! Será tão esquisito assim eu não gostar de vasos? E nem quero pensar se depois da varanda da entrada ainda se lembram de fazer pelas três varandas que sobram. Ó pela madrugada!! Ai que vontade...

4 comentários:

antonio - o implume disse...

Mas Blonde, tu és a mais frágil de todas essas plantas. Deixa que sejam elas a cuidar de ti.

zana dias disse...

Que engraçado! Foi com este post que tomei consciência que também não sou lá muito amiga dos vasos! Thank you!Fiquei a conhecer-me melhor!

Goldfish disse...

Eu nem em vasos nem em quintais! Sou uma desgraça com plantas - só gosto dos manjericos porque cheiram bem e desde sempre tive um na época dos santos. E a sorte da cadela é que ladra e sabe olhar para o sítio onde está o tupperware de medida da sua comida, se não até ela definhava com falta de cuidados. Tenho a confessar (não julguem que levo isto na brincadeira, morro de culpa de cada vez que me lembro) que até um passarinho matei por falta de cuidados durante uma ausência parental.

mdsol disse...

Como eu te compreendo, Blondinha! Também se me morrem todas. Também eu me sinto mal quando mas oferecem por lhes adivinhar o fim precoce e inglório. Dada a minha idade a maioria das pessoas já percebeu que num adianta...

Beijinho florido

:))))