21 de março de 2011

Knut, 2006-2011


E qual é a primeira coisa que eu descubro ao chegar à Alemanha?
O Knut morreu! A bola de pêlo da idade do meu Spotty morreu.
Mein Schatz, Du bist jetzt im Tierhimmel.
Era tão querido...
Pode não parecer mas é uma notícia importante num mundo de guerra (nunca fiz voos com tantos GIs) e nuclear.
RIP

2 comentários:

Cristina Torrão disse...

Sim, morreu de repente e ainda se estão a averiguar as causas. É interessante verificar que o seu "pai adoptivo", um humano, também teve morte súbita, aos 44 anos. A mãe (a verdadeira, a ursa) do Knut rejeitou-o (acontece com ursas que vivem em cativeiro) e ele foi criado pelo tal trabalhador do zoo, que lhe dava o biberão e tomava conta dele. Os dois passaram a ser as estrelas do zoo de Berlim, era um gosto vê-los a brincar juntos. Quando o Knut estava quase a ficar adulto e já não precisava de "pai", este morreu, apenas. Agora, foi o próprio Knut, com apensas 4 anos.

Ele há coisas...

De qualquer maneira, desejo-te boa estadia ;)

antonio - o implume disse...

Decididamente não existe justiça no mundo.