10 de junho de 2012

Depois da irritação

O que me dana mesmo foi perder com a Alemanha, se fosse com outra equipa qualquer, eu danava-me, é certo, mas a coisa ficava-se
pela superficialidade da danação e ponto final. Assim, fico a remoer. Seja como for, em casa de alemães há coisas à alemã e, mesmo estando a torcer com força pela Selecção Nacional e a assar morcelas para a malta, fiz uma salada de batata, que, lá está, é a minha alma alemã a pedir-me para não me enraivar tanto com a Merkel e esta Europa e a relembrar-me que se eu "já" sou portuguesa também "ainda" sou alemã.
Cá vai: uma bela de uma Kartoffelsalat à minha maneira.

Ingredientes:
1kg de batatas para cozer
1/2 pimento amarelo
1/2 pimento encarnado
1 cebola pequena
150grs de toucinho fumado em cubinhos
4 cols. de sopa de maionese
2 cols. de sopa de mostarda
1 col. de chá de mostarda Dijon
1 col. de sopa de mel
Coentros frescos a gosto (ou salsa)

Cozer as batatas em cubos. Numa figideira anti-aderente alourar os cubinhos de toucinho fumado. Picar a cebola e deitá-la para um recipiente com água fria durante 10 minutos (é o truque da receita). Quando as batatas estiverem cozidas deitá-las numa saladeira e juntar-lhes os cubinhos de bacon e a cebola picada, entretanto retirada da água e escorrida, e envolver os ingredientes. Deixar arrefecer.
Quando a batata estiver fria juntar os pimentos cortados em cubos e os coentros picados. Fazer o molho juntando e misturando bem as mostardas, a maionese e o mel. Verter o molho sobre a salada e envolver bem.

Para uma salada ainda mais alemã substituir os coentros por salsa e os pimentos por pepinos em pickle. Para quem goste, temperar com sal.
Guten Appetit!

5 comentários:

Cristina Torrão disse...

Também fiquei irritada. Foi a primeira vez, nos últimos 20 anos, que assisti a um Portugal/Alemanha em Portugal. Como a Alemanha ganha sempre, podes imaginar o que sofro, quando lá estou. Agora, pensei que me ia desforrar, mas nao: o meu marido é que tornou a festejar (grrrr)!

Enfim, tendo Portugal agora a obrigacao de ganhar os próximos dois jogos, já reparaste que seríamos favorecidos se a Alemanha ganhasse também sempre, a fim de que a Dinamarca e a Holanda fossem eliminadas e bem eliminadas?

luisa disse...

Foi pena... mas a salada está com ótimo aspeto. Só não trocaria os coentros pela salsa. Se calhar punha as duas coisas... a ver se se entendiam. :)

A Luz a Sombra disse...

Cara amiga, eu não me irrito com "futobois" irrito-me com coisas mais graves, por exemplo por essa salada não ter coentros que eu adoro.
Irrito-me também com uma ou duas senhoras alemãs que me parece que, se as apanhasse não sei que lhes dizia, mas como esta irritação é séria... não falemos nela, continuemos a falar nos coentros que são de origem árabe e que o meu lado árabe adora.
Quanto á bola... é redonda! Ora está num lado... ora noutro, tanto se me dá... como se me deu...!
Acho que não vale a pena se irritar.

mfc disse...

Que saladinha mais apetitosa!!
Beijinhos,

Leonor disse...

Gosto tanto de Kartoffelsalat mas nunca me abalancei a fazê-la. Acho que nunca me irá saber tão bem como na Alemanha.