26 de outubro de 2012

Dois anos de sobrinho

Éramos todos adultos há anos habituados que estávamos nesta adulteza. A notícia veio que virias. Foi estranho. Foi surpreendente. Não foi a felicidade instantânea porque a estranheza dos capítulos novos se sobrepõe a outras emoções. Depois nasceste. Antes do tempo para nem nos dares tempo de mais habituação. Vieste e pronto, já cá estavas. E agora mal me lembro de como era antes de ti. Mal me lembro de como era vivermos só na adulteza órfã de ti.

Manel,
meu querido Manel, a Tia adora-te quando passas pela cozinha a ver se temos pão ou bolachas para ti e agradeces no "bigado" que te sai mecânico e te piras lesto para a tua vidinha que te dá muito que fazer até à próxima bolacha. A Tia adora-te quando corres de braços abertos, feliz de veres a Tia chegar e quando nos vens abraçar as pernas para dizeres que gostas de nós. A Tia adora ver-te importante no teu uniforme do colégio, menino grande e pequenino com uma vida de canções e sestas e outros meninos. Mas é o teu sorriso, Manel, o que a Tia mais gosta de ver em ti, o sorriso que nos diz que és feliz e que te fazemos feliz.
Parabéns, Manel! Felicidades meu menino lindo.
A Tia adora-te. 

4 comentários:

Francisco Nobre disse...

Parabéns à Tia e já agora dá os Parabéns aos Pais

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Foi já há muito tempo, mas lembro-me ainda muito bem da relação com os meus sobrinhos/as. Eu ainda era um miúdo, por isso, via-os com os olhos de irmãos mais novos que participavam nas minhas brincadeiras. Quando cheguei à "adulteza", vi nascer o primeiro sobrinho neto e, aí, já foi diferente, mais próximo da relação que a Blonde mantém com o Manel.
Parabéns à Tia!

Ältere Leute disse...

Ditoso Manel que tal Tia tem !
Parabéns a todos !

Cristina Torrão disse...

Já se passaram dois anos?!

"o sorriso que nos diz que és feliz e que te fazemos feliz" - parabéns ao sobrinho, parabéns à tia, parabéns pelo texto :)