20 de outubro de 2010

Sonhei contigo

que ainda não chegaste.
Povoas as nossas vidas há oito meses. Vens para nós e és parte de nós. Antecipo-te. Imagino-te. Adivinho que não herdes os nossos genes recessivos nem os olhos azul-transparente da Avó. Serás tu na mistura do teu pai e da tua mãe. Talvez sejas um bocadinho meu e eu amo-te por seres o filho da Mana, da minha irmã, da pessoa que eu amo como filha, que eu vejo sempre como criança alegre, a criança que me veio fazer companhia na vida e que eu mal consigo imaginar vá ter agora um filho - Tu.
Sonhei contigo, como tenho sonhado nestes últimos dias em que aí estás escondido. Sonho com o que te vou dizer quando te ver pela primeira vez. Sonhei contigo, como sonho com a Mana nesse dia em que chegares e avassalares as nossas vidas com a tua presença. Sonho contigo sem te ver a cara. Nem sequer sei imaginar-te no grande que os médicos te estão a vaticinar. Não sei como é o tamanho de um bebé grande. Mas imagino-te e penso como será a tua personalidade, a tua voz de criança, as perguntas que nos farás, as coisas que quererás saber. E eu quero responder-te e abrir-te horizontes. Quero ver a curiosidade nos teus olhos líquidos, como o são os olhos das crianças.
Sabes, sinto uma pontinha de ansiedade todos os dias nestes dias antes de nasceres. Uma coisa boa e meio nervosa ao mesmo tempo. Falta tão pouco. Tão pouco...

6 comentários:

Pedro disse...

tic tac tic tac
diz o relógio
ritmo
o tic tac do relógio
o caminho do menino

zana dias disse...

I've heard little babies also dream in their mothers' womb.
Perhaps HE's dreamt about U2!

antonio - o implume disse...

Chega um bocadinho antes do PEC 3 para te animar. ;)

Daniel Santos disse...

uma Tia babada.

Ältere Leute disse...

Que bom vai ser ter uma tia assim!
Acho que as minhas "manas-tias" são assim parecidas, e - aqui lhe antecipo!!! - as "filhas-sobrinhas" lhes retribuem: "Bebem-lhes os ares", como se diz no meu Alentejo!

Quint disse...

Olha, "birou" quase tia!
Como soi dizer-se, 'tamos quilhados! :)