4 de maio de 2009

Testamento internético de uma Blonde antes de enfrentar a pandemia




De partida. Trolley de porão atestado para diversos climas qu'isto 7ºC em Glasgow e 20ºC em Chicago é uma confusão. Bloco para as inevitáveis notas de viagem nas longas horas de aeroportos e hotéis solitários. Pasta com os papers das conferências. E, last not least, máscara anti-vírus que combina bestialmente mal com o fashion sense desta Blonde e que foi o cabo dos trabalhos encontrar num país histérico em que os stocks se esgotaram, dá para acreditar na idiotice? Enfim, espero que o pânico global não me feche fronteiras.

Mas se a Blonde contrair a tal da Gripe A, cá fica o testamento internético:

- O Blondewithaphd continua aberto;

- Quinn trata do Notas, please, e segue com o outro que sabes;

- Um terço das cinzas da Blonde enterradas neste país, o resto espalhado na Austrália, sobre o Kilimanjaro, no Niágara e em Bremen no jardim dos Heils, se sobrar algum restinho lançar no Nilo em Assuão a jusante da barragem (agora lancem a montante que é para a Blonde ser trucidada nas turbinas);

- Os cds e memorablia do George Michael expostos num museu chamado Blondecraze;

- O Spotty fica com a casa;

- Os terrenos vão para campo de golfe (estufas para bróculos também não é má ideia - tudo já contemplado no PDM);

- Nas exéquias fúnebres, Missa pelo Pe. Faustino (avisem-no para não divagar na Homília nem se pôr a fazer perguntas metafísicas à audiência) seguida de festa com champanhe e música dos ABBA, dos Nickelback e, claro, do George Michael (quero ouvir muita "Dancing Queen" e muito "Wake me up before you go-go", se alguém estiver assim mais melancólico chapem-lhe com "One" na versão Bono e Mary J. Blige);

- O mais importante, o epitáfio. Não colocar que a Blonde morreu de gripe suína porque louras porcinas só a Miss Piggy. Eis os dizeres:

Aqui jaz a Blonde (197X-2009)
Viveu e foi feliz (não estava era à espera de se apagar tão depressa)
Paz aos Anjos que a vão aturar.

Vou dando notícias. See ya soon.

12 comentários:

mdsol disse...

Boa viagem Blondinha! Sucesso com os papers!

:))

Eu Mesma! disse...

Boa viagem minha linda e se precisares avisa...

eu recebi um mail hoje da minha empresa a avisar que tinham stock da vacina tamiflu para os funcionarios caso fosse necessario...

o que a administracao faz para que o pessoal não fique de baixa!

:)

antonio - o implume disse...

Já só visito este blog de máscara!
197X? Mais 196x... please!

António de Almeida disse...

Continue dando notícias.

Anónimo disse...

Eu bem digo que tu, desde que te deste ares e resolveste apenas pedir os meus conselhos muito de longe a longe, só arranjas disto!

Em primeiro lugar, noto aí a contradição de postura e de argumentário entre quem afirma não acreditar nestas coisas das gripes de estirpe A (note, por favor a menina, que suína está fora de moda) e a aquisição da correspondente máscara.

Depois, um testamento internético não vale nada, nem há-de ser necessário.
Mas, e se valesse, já viu a menina o trabalho que ia arranjar?
Quem é o testamenteiro?
Quem ficou encarregue da logística do museu? Museu? Museuzinho, que uma coisa dedicada ao George Michael devia caber nos aposentos dos sapatitos ...

Espalhar as cinzas? 1/3 nesta choldra ainda se assegurava, agora onde deixa a menina fundo de maneio para que se faça uma viagem à Austrália (e em que lugar, Deus meu que aquilo é meio continente?), África, América do Norte e Europa?

Espero que a menina não esteja a contar que seja aqui o assessor a arcar com as moléstias. Sim, que eu só lhe depositava os generosos maços de notas nas contas bancárias de Vossa Senhoria, nunca me abotoei com nenhum ...

O Spotty com a casa? E quem toma conta do Spotty e da casa?

E os terrenos no PDM para verde urbano ou espaço de equipamentos ... e se alguém propuser área de construção com verba destinada ao museu? Como é que é?

Champanhe? Moet não pode ser que isso agora é zurapa ... Dom Perignon ou Krug? E paga quem? O Fabiano?

E, em jeito de remate final, noto que para quem até epitáfio nos deixa, anda a menina muito alegre e saltitante, descaindo-se com o remate final do "vou dando notícias". Isso assim não pode ser ... é que, como diria o Stau Monteiro, se vais dando notícias, é caso para dizer que nem a Blonde morre, nem a gente almoça!

Ora, isso não pode ser. Por isso, e para já, eu vou almoçar. E tu vê lá se te aguentas nas canetas que ainda tenho mais dois ou três recados para te entregar!

Tenho dito.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Boa viagem e cá ficamos à espera das notícias. Não vale enviar vírus pelo computador, ok?

Abobrinha disse...

Blooooooooooooooooonde, não morras!!

... mas se morreres, posso ficar com os teus sapatos e com as tuas bolsas? Acho que o Spotty não as ia apreciar...

Carol disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Carol disse...

Humpf... Até parece que não podias encontrar a pandemia por aqui!!

P.S.: Eu não me importo de ficar com o Spotty! E ele não se ia importar de trocar uma Blondie por uma loira, de certeza!

Ältere Leute disse...

Ach Gott ! Que pensamentos antes de tão auspiciosa partida !
Nur keine Panik ... wir brauchen Ihren Humor !
Viel Erfolg!

Ältere Leute disse...

Post scriptum:
Quando voltar diga se usou mesmo aquela sehr exklusive máscara.